sábado, 11 de abril de 2015



                                                  UM SONHO REALIZADO....

O que despertou em mim, o desejo de mostrar, iconograficamente, a construção da Barragem Ipu foi o fato de, apesar do período de chuvas – estamos no final da primeira quinzena de abril de 2015 foi o constante noticiário sobre, apesar do “inverno de 2015”, com referência à maciça veiculação na mídia, sobre a falta ou, em alguns municípios, ainda enfrentarem um rigoroso racionamento.
Abaixo o texto, uma dessas veiculações sobre a falta ou racionamento desse líquido tão vital! 

O Portal  “g1.globo.com/ceara/noticia”  de 1 de abril, tratou desse assunto.

“Cem anos depois da seca de 1915, disputa pela água continua no Ceará”

“Em Crateús, fila para ter água começa a se formar às 3h da madrugada.
Açude começou a secar há mais de três anos.
A água desapareceu das torneiras em Crateús, a 360 km de Fortaleza. A população carrega como pode o pouco que consegue em um dos poços públicos e há gente que usa roupa suja para poupar a água da lavagem. O 'mané magro', uma engenhoca do sertão, ajuda no transporte dos recipientes. Segundo os moradores, a fila da disputa para encher os baldes se forma às 3h da manhã. As cenas registradas em pleno século XXI ainda remontam ao sofrimento da seca de 1915, há exatos 100 anos, retratada na obra da escritora Rachel de Queiroz.....”
g1.globo.com/ceara/noticia continua com a matéria.

“.....Se o Ceará vive três anos seguidos de estiagem - sem contar a previsão de 2015 -, em Crateús, a seca começou antes. Faz pelo menos cinco anos que não chove o suficiente para recarregar o açude Carnaubal, que abastece a cidade. É a primeira vez que isso acontece, desde que o açude foi inaugurado há 25 anos...”

Portanto, mais do que nunca, devemos utilizar esse rico tesouro que obtivemos, graças aos esforços de muitos filhos ilustres de Itapajé, independentemente de partidos ou ideologias políticas. O povo ganhou!

Fonte da notícia - para maiores detalhes:

Iniciemos, pois, nossa viagem iconográfica - cronologicamente!
















 











































Por hoje, 11 de abril de 2015 - Sábado - É o que tenho para contribuir, mesmo que modestamente, para um melhor conhecimento de nossa Rica História. Nossos conterrâneos precisam conhecer melhor seus filhos ilustres e os principais fatos, a fim de melhor conhecer nossa História.
Na nossa "Viagem Iconográfica" de hoje fizemos um retorno cronológico, do "Sonho da Construção da Barragem IPU".  Quando de minha última estadia em Itapajé, consegui documentar, fotograficamente, a evolução da construção. Ao final do período havia obtido, milhares de fotos, das quais, algumas são postadas hoje. Itapajé está livre da falta d´água? Sim! Evidentemente devemos utilizá-la de forma racional e responsável. Acredite: É possível tornar a História de Itapajé mais conhecida, principalmente por seus filhos, a fim de mostrá-la ao mundo! Basta não desistir!!!". (Ribamar Ramos). 

Fotos: Blog da História de Itapaje – www.itapagece.blogspt.com.br – (© Ribamar Ramos - FACEBOOK: Ribas Ramos)

PENSE NISSO

É ASSIM NO SERTÃO....

Aonde a seca maltrata
o linho não é páreo pro couro
pão é mais caro que prata
água vale mais do que ouro
macambira é melhor do que nata
jumento é mais forte que touro.

(Guibson Medeiros)


Quanto a mim escrevo até este ponto; o que depois se passou, talvez outro queira tratá-lo". (Xenofonte).

                                                                                                                  Ribamar Ramos                                                                                                     Fortaleza 11  de abril de 2015
Boa noite / Bom dia!